Sábado, 2 de Setembro de 2017

Quando tu Amas Alguém!

Quando tu amas alguém, tu fazes qualquer coisa

Tu fazes todas as coisas loucas e nunca conseguirás explicar

Tu disparas à lua, apagas o sol

Quando tu amas alguém.

Tu negas a verdade, acreditas na mentira

Haverá algumas vezes que acreditas mesmo que consegues voar

Mas as tuas noites solitárias acabam de começar

Quando tu amas alguém

 

Quando tu amas alguém, tu sentes profundamente

E nada mais, te fará mudar de ideias,

Quando tu queres alguém,quando tu precisas de alguém,

Quando tu amas alguém...

Quando tu amas alguém tu sacrificas-te

Tu dás tu o que tens, e nem pensas duas vezes,

Tu corres riscos, não interessa o que acontecer ,

Quando tu amas alguém,

Tu disparas à lua, apagas o sol ... Quando tu amas alguém!

 

Maria, a Tua!

 

publicado por Maria às 09:08

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 25 de Maio de 2017

Meu porto de abrigo!

Existe alguma coisa nos teus olhos que faz com que me queira perder, nos teus braços.

Há qualquer coisa na tua voz que faz o meu coração bater mais depressa, e eu espero que esta sensação perdure para o resto da minha vida.

Se tu soubesses, o quanto solitária a minha vida tem sido, e há quanto tempo me sinto sozinha, se tu ao menos soubesses o quanto eu queria que alguém aparecesse e mudasse a minha vida da maneira que tu fizeste!

Sinto que és o meu porto de abrigo, é como se eu voltasse aonde eu pertenço. No escuro pode se acabar o mundo, sirenes tocarem, mas eu estarei bem, porque te tenho aqui comigo, e ao teu lado consigo ver luz no meio da escuridão.

Se tu soubesses o quanto esses momentos significam para mim, e por quanto tempo eu esperei pelo teu toque, se tu ao menos soubesses o quanto feliz me fazes sentir, nunca pensei amar alguém tanto!

Sinto que és o meu porto de abrigo, o meu Norte e o meu Sul, a minha bússola que posso agarrar-me e nunca me perder. é como se voltasse a casa sempre que volto para os teus braços.

Sinto-me menina e mulher, arrancas-me sorrisos donde não sei que existem, a vida ao teu lado é colorida e consigo ver as flores no meio do deserto, contigo nunca me irei perder!...

 

 

Maria - a Tua!

 

publicado por Maria às 12:28

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 28 de Março de 2017

Eu lembro-me!

I remember each little inch of your body, and still can feel fell the sweet-savoury flavour of your skin.

I remember of your kisses, they were wet, sweet and intense.

I remember to look into your hands while i was holding them, crossing my fingers in yours.

I remember to push your grey hair with my hands, wrapping it around my fingers while i was looking into your green eyes, you never used to close them, it was almost like you were absorving me while we were making love.

I remember of your whispers and sighs and every word you used to whisper on my ear.

I remember of every little movement of your body layed on mine.

I remember of every second, minute, hour that i spent with you.

I remember how you were so gentle and kind to me, how on your own way tried to lift me up everytime i was down, and tried to make your day depended on mine.

I was very happy and fortunated to have such a great partner in my life, even if you were milles appart, it never stopped us to care for each other, to love each other.

I would give eveything to get you back in my life.

I would adore you every little second of the day and night.

I would love you until my eyes would close forever...

I remember... yes i remember of you and everything and i'll keep doing it. I do remember how you love me

 

 

 

Maria - a tua!

publicado por Maria às 16:32

link do post | comentar | favorito (1)
Sexta-feira, 3 de Fevereiro de 2017

Quando nos doí a alma.

Não há dia em que não pense em ti... Se fossem todos tão dificeís de passar como o de hoje, tenho a certeza que já não estaria aqui.. Mas quer a vida ou o coração, sofrer em doses regradas. Há dias em que suporto " melhor " a tua ausência, outros é-me impossivel de a tolerar!

Nunca, nada nem ninguém alguma vez me irá fazer-te esquecer... São muitos anos, foram muitos os momentos, muitas experiencias, muitas expectativas e sonhos, muita felicidade, e também é certo algum medo, lagrimas e saudade.

A saudade sempre esteve presente, a única diferença é que antes eu sabia-te onde, e se para mim já era um inferno ter de deixar de te ouvir assim que chegasse o teu final do dia, nos fins de semanas ou ferias agora nada se compara!

Realmente o ser humano nunca dá valor a nada do que tem na vida, somente quando se perde alguém sabemos o quanto aquela pessoa nos fazia falta ou nos era imprescendível!

Pensei várias vezes, que se algum dia te perdesse eu morria! Perdi-te e não morri, pelo menos não na forma física, porque por dentro eu simplesmente me desvanesci, deixei de existir, deixei de querer saber de mim, nada faz sentido se não tivermos alguem com quem compartilhar as alegrias e tristezas, conquistas e perdas...e eu tinha tanto para compartilhar contigo!

"Always somewhere miss you where i've been"... e é verdade, por todo o lado em que estive senti a tua falta, foste-me imprescendível.

Costumava dizer-te que deixava de viver no momento em que entravas no aviao e voltava a renascer no momento que pisavas de novo a minha terra! Era tao verdade. Só não sabia o quanto me iria custar quando o teu " nao é um adeus, é um até já" foi realmente um adeus.. Um adeus sem data, sem hora, sem pedir sequer premissão... Foste-te embora sem querer saber como eu ficaria, ou talvez querias.. mas eu nunca irei saber. Resta-me as memórias que tenho, sou tão grata por tudo o que me deste, por tudo o que cresci e aprendi contigo.. Foste  meu tesouro, e sabes que o continuarás a ser!

 

Maria, a Tua!

publicado por Maria às 11:53

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 9 de Janeiro de 2017

2017 Resolutions....

O primeiro post de 2017.

Passou-me muitas ideias do que eu queria aqui escrever, mas sendo este o primeiro de 2017, acho que faz sentido fazer planos para 2017...

Ao som de Love Of My Life dos Queen,sabendo que também é uma das que gostas de ouvir, faço aqui a minha bucket list...

* Paz, preciso tanto de paz! Interior, e à minha volta também, paz de espírito, de rotina, de coração e d'alma 

* Saúde, porque sem esta nada adianta!

*Trabalho, é preciso tanto!

* Ver os meus felizes e em paz!

*Poder te ver!

*Poder te tocar

* Poder te pedir desculpa

* Ter o teu amor de volta

*Ouvir a tua gargalhada

*Receber o teu amor e carinho

*Ver-te, e fazer-te feliz

* Ser, de novo a tua princesa...

 

Acho que é isto... é fodida a minha Buket List, mas no fundo é o mais quero, só assim a vida faz sentido!

 

Maria, a Tua!

publicado por Maria às 12:43

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 29 de Dezembro de 2016

A Blue Christmas.

Foi um Natal diferente.

Apesar de nunca ter partilhado esta época contigo, fisicamente, de alguma maneira sempre te fizeste presente.

Deixei de apreciar esta época como sempre o fiz, desde que te conheci. Passou a ser esta epoca, junto com as tuas férias de verão, as épocas do ano mais dificieis de suportar.

Ainda assim, "despediamo-nos" sempre na semana que antecedia o Natal.. Em jeito de marcar presença, de te relembrar que te amava, de te repetir como gostaria de estar contigo.. E depois das despedisdas feitas para o Natal e Ano Novo, recebia no dia um sms, simples e curto - Feliz natal - para mim era mais do que suficiente, nem que fosse para eu saber, que de algum modo tu tiraste tempo para o escrever, porque te lembraste de mim.

Lembro-me de passar o natal nostalgica por te imaginar em familia, em casas onde nao estou, em convívios em que nao pertenço.

De algum maneira eu tinha tudo, quando na verdade nao tinha nada! irónico....

Este Natal foi diferente, sem dúvida que sim. Nao me despedi de ti na semana que antecede o Natal, nao te ouvi, nao te relembrei que te amo, e nao te repeti vezes sem conta para te lembrares de mim na consoada, no dia de Natal, na véspera de Ano Novo e no dia 1 também. Restou-me apenas um momento para te desejar, politicamente correcto um Feliz Natal, junto das pessoas que mais amas, e que fossem festas recheadas de paz e saúde.

Enviei, como sempre o faço, ha alguns bons meses, sem esperar resposta. Mas vai-se lá saber porque, talvez porque o Espirito de Natal nos enche, mesmo aos que nao acreditem nisso, ou porque simplesmente quiseste, eu recebi, nada mais nada menos do que - Igualmente para ti -. :)

Tive de ler varias vezes para me certificar que era teu, li e reli as duas palavras, politicamente correctas, e enchi a alma de amor, aquele amor que não acaba, que esta adormecido, mas como sempre, basta um click e ele acorda... Arrisquei e perguntei - és tu mesmo? - não fosse o diabo tecê-las... e recebi de novo, - Sou eu-... Não houve mais respostas ou perguntas, mas de alguma maneira, pelos velhos bons golden years tu fizeste-te presente....

Não deixou de ser um blue Christmas.. sem a tua "presença", sem saber de ti, mas já foi alguma coisa.. qualquer coisa...

Thank you My Love!

 

Maria - A tua!

publicado por Maria às 18:56

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 5 de Dezembro de 2016

Na folha do papel .

Eu sempre gostei de português, de ler e tentar perceber entre linhas e frases invertidas, o que o autor queria transmitr, 

Era tão bom chegar ao fim de um texto ou poema e compreender mesmo o que ali estava escrito!

Sempre gostei, corrigo - adorei escrever, e achava que o meu gosto vinha mesmo por isso, por poder colocar em papel aquilo que nao tem tacto, que nao é fisico.. E modestia à parte ate achava que tinha queda pr'a coisa!

Com o passar dos anos, nós amadurecemos e as experiencias, boas e más, marcam-nos para a vida..A minha escrita, dos ultimos anos, reflete mesmo isso, meter em papel tudo o que vivi, tudo o que experienciei, e se até há bem pouco tempo fazia-o sem a noção do porquê de o fazer, hoje escrevo, sabendo a importancia que tem para mim, meter numa folha branca palavras e rabiscos que contam a minha historia: Medo! É por isso que escrevo, medo que a minha memória me atraiçoe, medo de me esquecer de certos promenores de momentos especiais, esses momentos nós não esquecemos, mas os promenores, os detalhes pequeninos... esses sim vão-se esvanecendo da nossa memoria...

E é então que surge a necessidade de transpor para o papel o que ainda nos lembramos, o que vai cá dentro do coração, no dia x à hora x...

Adoro folhear livros escritos de há alguns anos, e ler cada detalhe de certo dia, hora e local... a descrição das coisas como: roupa usada, o tempo sentido, os cheiros, a brisa do mar, o vento.. o que foi dito! caramba é tão bom, por momentos parar no tempo, frisar mesmo ali, e ser de novo transportada para o dia em questão. A exactidao da escrita faz-me reviver o que tenho na memoria e também o que ja perdi... e é tao bom voltar para os teus braços, ser  a tua menina de novo.. nem que seja só na folha de papel...

Sou meticulosa, sou perfeccionista, sou promenorizada e só assim é-me possivel te tornar ainda presente na minha vida, porque do coração tu nunca mais irás sair.

Eu fecho os olhos e consigo ouvir a tua voz, que tranquilidade traz-me a tua voz ! Mesmo quando relembro momentos menos bons, ou então quando te " metias" comigo, dizendo-me que :" tu és de uma raça!..... mas eu amo-te tonecas!"...

Eu nunca me vou esquecer de ti, do que me disseste, do que me fizeste sentir e viver, mas se algum dia a memoria me falhar eu sei que aqui, sem ser entre linhas e frases invertidas, te encontro, como te encontrei ha muitos anos atrás, onde eu ainda era a tua riqueza, a tua menina.

 

 

Maria - A tua!

publicado por Maria às 16:02

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 17 de Novembro de 2016

Nova Paixão Versus Grande Amor...

O que é preciso para se esquecer um grande amor ? O amor das nossas vidas, desta e da outra?

Levar com os pés ? Não resulta. Ainda aqui estou!

Tentar te esquecer, te arrumar na prateleira, feito um bom livro que ja se leu centenas de vezes, mas agora o intuito é deixar criar pó mesmo : também nao resulta. Vives no meu pensamento, todos os dias, e visitas os meus sonhos, todas as noites.

Embebedar? Tambem não resulta.. Esqueces-te por uma hora e vomitas por 5  seguidas, sentes-te parva pela bebedeira e para além de estares com uma grande ressaca ainda tenho no meu pensamento, a dizer-me baixinho : 

- Precisas mais do que uma bebedeira para me tirares de ti..

Porra, entao que faço para te esquecer?

Eis que surge uma paixão, vindo do nada, assim como quem não quer a coisa.. E até achamos piada à pessoa em questão. Muita até. E até é super giro, e faz-te sentir sexy e mulher..

E surge aquela vontade de beijar, de abraçar, de amassar, mesmo antes até de conheceres a pessoa pessoalmente, que isto  hoje em dia, encontra-se paixoes via net!

E os dias passam, e essa "paixoneta" fica ali de mansinho, a tentar penetrar o teu pensamento, e quando se falam a vontade ainda aumenta mais. Vontade de receber carinho, de receber bem querer, de sentir que ainda provocas um click em alguém, que nao é o teu grande amor! Vontade mesmo de amassos, de sexo, daquele bom, que nos deixa a transpirar, sem irmos ao ginásio, e nos deixa com um sorriso de orelha a orelha.. Sim, dá essa vontade!

É tudo muito giro, interessante, e da-te pica, pica essa que já nao sentias desde que amavas profundamente o grande amor e eras correspondida. Mas, e quando essa paixoneta nova, por acaso, assim sem querer  e sem procurar, tem semelhanças fisicas, visiveis a todos, ao teu grande amor?

Sim, não são nos meus olhos que existe semelhanças fisicas, na maneira de vestir, na maneira de levar a vida.. muitas semlhanças mesmo. Qualquer pessoa que olhe irá ver as semalhanças.

E aí pensas... Fodasss.. estou tramada, por um lado ha uma vontade crescente de querer descobrir esta nova paixao, de ter sexo, assim do bom, quase como se fosse uma maneira de vingar-me, vingar da tua ausencia, o teu abandono, assim do nada!

Quase uma vontade de te fazer saber que existe alguem que me quer, que eu desperto interesse. Mas depois .. depois vem as malditas das memorias, que me avassalam o pensamento, a vida.. e penso : porra com tanta alminha neste mundo foi-me aparecer um pedaço de mau caminho mas que é parecido contigo!!

Imagina se o conheço pra valer, e se ate o beijo, e ao abrir os olhos vou ver a tua cara.. num corpo diferente, com uma voz diferente... Como vou fazer?

Estou tramada.. não sei mesmo se será uma nova paixão que "cura" a perda de um grande amor, ou se realmente é o tempo, esse tempo que cura... quase tudo. Quiçá?.. Maybe, talvez!..

 

 

Maria, a Tua!

 

publicado por Maria às 12:11

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 2 de Agosto de 2016

Era bem mais fácil!

Era bem mas fácil não gostar de ti..

Zangar-me contigo, não querer saber como estás hoje, se estás bem disposto ou não, como vai o trabalho.. não pensar sequer em ti!

 

Era bem mais facil não viveres intensamente nos meus pensamentos.

Era facil... Mãs não é...

 

Continuo a amar-te ferozmente, continuo a querer saber de ti a todos os minutos do dia.. és quem eu penso ao adormecer, e ao acordar o meu primeiro pensamento és tu!..

Continuo a sonhar com o nosso futuro, aquele que me prometeste tanta vez..

 

Continuas a ser o menino dos meus olhos verdes.. o meu menino!

 

Podia estar- te a  abraçar agora, a dar-te beijos a olhar para ti, e a cheirar-te.... caramba! como eu sinto falta do teu cheiro!!!! Se fechar os olhos e pensar um pouco juro que ainda o sinto....

Podiamos estar juntos, se cá estivesses... maldito mar que nos separa!....

Se cá estivesses..... os meus dias seriam coloridos de manha à noite! Se cá estivesses tinhas-me escolhido e hoje eu seria tua. Se cá estivesses eu ainda seria tua. Porque, mesmo assim, tu ainda és o meu amor, mesmo que nao estejas cá.....

 

 

 

Maria, a Tua!

publicado por Maria às 16:25

link do post | comentar | favorito
Sábado, 16 de Abril de 2016

Love Leters I

 

A noite é triste sem ti meu amor!...

 As saudades apertam sempre que olho à minha volta e não te encontro..

 O que eu dava para te ter aqui à minha beira, fazer parte do teu dia, dos teus momentos bons e menos bons, da tua

família...

Dou por mim a pensar como será fazer parte do teu dia a dia,da tua rotina ?

O quanto não deve ser bom estar em casa e ao final do dia, poder ouvir o som da fechadura a rodar e depois te poder

contemplar...

Seria tão fácil fazeres-me feliz, era preciso tão pouco..O meu maior orgulho é ser a tua mulher, passar na rua do teu

lado e todos saberem que sou tua, que és meu!

 

Como é que a vida pode ser tão cruel, ao ponto de nos unir, para estarmos afastados? Será isso possível? Acontecer algo para depois de nada servir??

Não! Não poderá ser possível, a vida não nos pode só ter reservado uma, duas vezes por ano, para podermos dizer ao ouvido um do outro “que és tudo para mim”.. que te amo muito”...

 

As lágrimas que choro por ti, derramaria-as de novo vezes e vezes sem conta, porque de todas as vezes que choro por ti quer dizer que estivemos juntos! 

Sim, não são lágrimas de dor, são lágrimas de paixão, de saudade, de amor...

Doí a alma não te poder dizer, neste momento, que és a minha luz! És tudo o que sempre sonhei!

 

Tenho o teu cheiro em mim, e o teu olhar e sorrisos gravados na minha mente...quando te vou poder abraçar? Diz-me!...

Porque odeio ter de esperar, ter de contar dias, horas e minutos que nunca passam para te poder abraçar, e depois quando te abraço, tudo parece acabar lá fora, e esses malditos segundos que até à pouco não passavam, agora giram de tal maneira que jamais os posso parar!

Sim queria parar o tempo quando estou nos teus braços, porque é neles que me sinto segura, que me sinto eu!

 

Porque te vás meu amor e contigo levas-me também? Sempre que te vais a minha vida passa sem sentido, e só volto a viver no dia do teu regresso... sempre que partes a dor é tão grande que parece ferir o meu peito, a voz torna-se trémula e os meus olhos pequenos demais para enxergar o avião que te leva...

 

Volta! Não digas nunca mais que “não é um adeus, é um até já”, eu quero é que digas que é um pr'a sempre!

Vem para os meus braços, deixa-me dizer que te amo, porque de todas a milésimas vezes que já to disse, acho que não foi suficiente para mostrar um pouquinho daquilo que sinto por ti!

 

“O facto de tu existires é suficiente para suportar a dor de não estar contigo”... oh amor mas doí, doí saber que não sou eu quem vés todos os dias ao acordares.. não sou eu por quem chamas, nem quem beijas, ou sentes o cheiro da pele, não sou eu ...

 

És tão especial, especial demais para que uma simples carta seja sequer merecedora de te mencionar, tudo o que aqui diga jamais será o que na realidade é! Porque sim! És tu o tal!

 

Meu querido menino se tu soubesses.. se soubesses...

 

Maria - a Tua!

 

 

 

publicado por Maria às 17:32

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Quando tu Amas Alguém!

. Meu porto de abrigo!

. Eu lembro-me!

. Quando nos doí a alma.

. 2017 Resolutions....

. A Blue Christmas.

. Na folha do papel .

. Nova Paixão Versus Grande...

. Era bem mais fácil!

. Love Leters I

.arquivos

. Setembro 2017

. Maio 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Agosto 2016

. Abril 2016

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds